Curso de Transferência e Manejo de Abelhas Sem Ferrão
(Meliponicultura)

AGUARDE NOVA DATA


Conheça mais sobre as abelhas nativas, aprendendo as técnicas de manejo e criação, além de como cuidar das colmeias e fortalecê-las. Com muitas atividades práticas, desenvolva suas habilidades para obter sucesso em sua criação.

O curso tem por objetivo apresentar as principais técnicas e práticas sobre o manejo de transferência das colônias de meliponíneos de forma racional, com o intuito de otimizar os processos de estabelecimento e desenvolvimento dos enxames de abelhas sem ferrão. A transferência de enxames é uma prática usual de todo o meliponicultor, sendo aplicada no dia a dia da criação, seja pela necessidade de transferir colônias de iscas-pet ou de colmeias racionais velhas (deterioradas pelo tempo), ou seja, um caixote rústico. As técnicas e muitos dos princípios apresentados aplicam-se também a outros manejos, como divisões e colheitas de mel.
Esse curso é indicado para quem possui uma ou mais colônias, mas ainda não sente seguro para efetuar manejos mais técnicos para o meliponicultor e mais invasivos para as colônias. Será um dia de curso, com atividades teórico-práticas onde os participantes poderão vivenciar de perto as técnicas de transferência de colônias de abelhas sem ferrão, além de trocar ideias com outros meliponicultores e entusiastas amantes da natureza.

VOCÊ IRÁ APRENDER SOBRE:
Transferência de colônias para caixas racionais. Aquisição de colônias. Caixas racionais, caixotes rústicos e iscas-PET. Técnicas de multiplicação artificial e colheita de mel e pólen. Manejo da colônia pós transferência. Cuidados pós transferência. Prevenção e combate de inimigos naturais.

CURSO PRESENCIAL, COM ATIVIDADES PRÁTICAS DE MANEJO

CONTEÚDO


AQUISIÇÃO DE COLÔNIAS
Obtenção de colônias; principais atrativos; captura através de iscas do tipo PET; uso de caixas-iscas.


TIPOS DE COLMEIAS E CAIXAS RACIONAIS
Modelos de colmeias; madeiras apropriadas, diferentes tamanhos e tipos de caixas racionais; padronização das caixas de criação racional.


TRANSFERÊNCIA
Avaliação de enxames apropriados para a transferência; transferência de caixote rústico e isca-PET para caixa racional; materiais necessários; técnicas utilizadas em transferência.



TRANSFERÊNCIA
Avaliação de enxames apropriados para a transferência; transferência de caixote rústico e isca-PET para caixa racional; materiais necessários; técnicas utilizadas em transferência.



MANEJO DA COLMEIA
Tipos de alimentadores; alimentação artificial; época de transferência; fortalecimento de colônias fracas; fauna associada; principais predadores e inimigos naturais; prevenção e combate de inimigos naturais; épocas de floradas, colheita e beneficiamento de mel e pólen; cuidados pós transferência.



MÓDULO PRÁTICO


Materiais básicos para a transferência


Revisão e avaliação das colônias


Degustação do mel de abelha mandaçaia e jataí


Prática de coleta de mel, pólen e geoprópolis


MÓDULO PRÁTICO


Materiais básicos para a transferência


Revisão e avaliação das colônias


Degustação do mel de abelha mandaçaia e jataí


Prática de coleta de mel, pólen e geoprópolis



MÓDULO PRÁTICO


Demonstração de transferência dos ninhos


Principais cuidados a serem tomados ao efetuar a transferência


PROGRAMAÇÃO

As aulas práticas e teóricas serão realizadas na Fazenda das Araucárias, localizada em Piraquara-PR. Local de fácil acesso, a 30 minutos de Curitiba-PR, com acesso pela BR 277, KM 61, ao lado do pedágio da Ecovia. No curso será servido café da manhã, almoço e coffee break aos alunos. 

Valor do Curso: R$290,00 (1° lote – VAGAS ESGOTADAS)

Valor do Curso: R$320,00 (2° lote – VAGAS ESGOTADAS)


O valor pode ser pago através de transferência bancária, boleto ou cartão de crédito ou débito (parcelado em até 18x, sendo em até 3x sem juros) através do Pagseguro.

Estão incluídos no valor: curso, almoço, coffee breaks, material para uso nas aulas práticas e certificado.

Cada aluno irá levar para casa uma isca de garrafa PET confeccionada na aula prática e um frasco de 30 ml contendo a loção atrativa que será utilizada nas iscas-PET para dar início a sua própria criação.

PROFESSORES

DIEGO NUNES


Diego Nunes possui graduação em Engenharia Florestal pela Universidade Federal do Paraná, iniciou na criação racional de abelhas sem ferrão, meliponicultura, há mais de 17 anos e mantém seu plantel desde então, onde realiza suas práticas, observações e pesquisas no melhoramento genético, estudo comportamental, manejo alimentar e reprodutivo. Paralelamente, atua coordenando e ministrando cursos de capacitação para produtores rurais, alunos de graduação e profissionais das áreas de Biologia, Zootecnia, Agronomia, Medicina Veterinária e Engenharia Florestal, e também em instituições de pesquisa na montagem e instalação de meliponários, bem como a capacitação técnica de seus funcionários. Realizou o curso de formação de instrutores de meliponicultura abelhas indígenas sem ferrão, realizado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR). Tem experiência na área de zoologia, meliponicultura e botânica. Coordenou o resgate e salvamento científico da melissofauna na área de implantação da UHE-Mauá, no Rio Tibagi, e o seu posterior monitoramento, entre os municípios de Ortigueira e Telêmaco Borba, no Estado do Paraná. Realizou o levantamento de abelhas sem ferrão para elaboração de Estudo de Impacto Ambiental – EIA e Relatório de Impacto Ambiental – RIMA, da Faixa de Infraestrutura no município de Pontal do Paraná, nas fases de Licença Prévia (LP) e Licença de Instalação (LI). Atualmente presta consultorias em projetos ambientais que envolvam abelhas nativas sem ferrão.

TATIANA DE MELLO DAMASCO


Tatiana de Mello Damasco é Técnica em Meio Ambiente, estudou 2 anos Zootecnia na Universidade Federal do Paraná e atualmente cursa Gestão Ambiental também pela UFPR. Dedica-se à pesquisa e ao estudo das abelhas sem ferrão em seu meliponário há 15 anos, ministrando cursos e palestras sobre a criação de abelhas sem ferrão. Foi sócia fundadora de uma empresa de gestão ambiental de serviços na área de abelhas nativas sem ferrão e faz parte da Câmara Técnica de Meliponicultura da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento do Paraná (SEAB). Trabalhou como técnica de campo no resgate e salvamento científico da melissofauna na área da Usina Hidrelétrica de Mauá, entre os municípios de Telêmaco Borba e Ortigueira, onde atuou como resgatadora de abelhas sem ferrão na área de supressão da bacia de acumulação do reservatório da usina. Participou da equipe de apoio na elaboração do levantamento de abelhas sem ferrão para elaboração de Estudo de Impacto Ambiental – EIA e Relatório de Impacto Ambiental – RIMA, nas fases de Licença Prévia (LP) e Licença de Instalação (LI) da Faixa de Infraestrutura em Pontal do Paraná. Atualmente realiza pesquisa de levantamento das abelhas sem ferrão no Parque Nacional Saint-Hilaire/Lange, nos municípios de Paranaguá, Morretes, Guaratuba e Matinhos.

INSCREVA-SE AQUI:


Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

Inscreva-se através do botão de pagamento do PagSeguro acima.

Para pagamento através de depósito ou transferência entre em contato através do whatsapp (41) 99165-2428